Espetáculos dentro dos trens da CPTM passam por estação da região

Por Karine Manchini

Com objetivo de mostrar histórias retratadas em cartas de migrantes e imigrantes que vivem na Capital, o coletivo Estopô Balaio estreia o projeto Nos Trilhos Abertos de Um Leste Migrante a partir de sexta-feira, às 20h, no SP Escola de Teatro (Av. Rangel Pestana, 2.401).

A ação será dividida em três atos, que recebem os nomes de Carta 1 – A Infância, a Promessa, Carta 2 – A Vida Adulta, a Mulher e Carta 3 – A Velhice. Os espetáculos Carta 2 e Carta 3 serão encenados dentro das estações de trem da CPTM. A última apresentação, que passará pela estação Rio Grande da Serra, acontecerá dia 22 e 29 de novembro e 6 e 13 de dezembro, às 10h e às 15h.A ideia do projeto surgiu com a intenção de fazer as pessoas se notarem durante trajeto das viagens. “Os artistas do coletivo viajavam de trem até o Jardim Romano. Este transporte sempre foi lugar de convívio, porém o cansaço faz com que a gente não se olhe. Muitas pessoas não têm tempo de ir ao teatro e decidimos plantá-lo dentro do cotidiano delas”, explica o diretor e dramaturgo, João Junior.

O grupo artístico se dispôs a receber cartas de transeuntes da estação Brás e se surpreendeu com quantidade de correspondências. Foram selecionados três histórias. A primeira tem como protagonista Martha e seu filho Erik. Bolivianos que vieram ao Brasil, mostram as dificuldades do povo latino-americano, que acaba sendo destinado a semi-escravidão de indústrias têxteis.

A segunda encenação é sobre a pernambucana Janaína, que foi obrigada a casar aos 15 anos e sofreu diversos tipos de violência do ex-marido. Decidiu se mudar para São Paulo há seis. Atualmente é segurança e nunca realizou o sonho de ter festa de 15 anos. A companhia artística traçará caminho das estações Brás até Guaianases com objetivo de buscar um bolo para realizar festa com participação do público.

A última apresentação conta trajetória do mineiro Sr. Vital, que tentou sorte na Capital e acabou se envolvendo nos movimentos sindicais do Grande ABC. É músico e apaixonando por sua sanfona. No início da viagem, que começa no Brás, o público receberá fones de ouvido que narram histórias dos personagens até o destino final. As apresentações são gratuitas, mas é necessário fazer reserva no e-mail reservas@coletivoestopobalaio.com.br.

Comente