Carta 1: A infância, promessa de mãe

O Coletivo Estopô Balaio passou três anos escrevendo cartas nas estações de trem. Foi assim que conhecemos a boliviana Martha e construímos o espetáculo “Carta 1: A Infância, promessa de mãe” que traz ao palco a boliviana Martha e seu filho Erick de 14 anos. Martha vivendo no Brasil, perde o contato com sua família na Bolívia e faz uma promessa: não cortar o cabelo do filho pequeno enquanto não pudesse voltar ao seu país natal e rever seu pai, para que ele mesmo pudesse cortar o cabelo de Erick.

Quando finalmente a mãe de Erick conseguiu voltar ao seu país com o menino, o avô de Erick não se achou à altura de cumprir a promessa e não cortou o cabelo do neto. Foi então que Erick teve a ideia de oferecer sua história para um programa da TV aberta: o cabelo imenso (media cerca de 1,20m) poderia resolver parte dos problemas financeiros da família. E assim foi que o garoto expôs sua história na TV e conseguiu reformar seu quarto.

A história de Erick se entrelaça com o jogo geopolítico existente entre os países da América Latina e suas relações comerciais, afetivas e de poder. Em cena, juntos com os atores, Erick e Martha propõem uma reflexão sobre os problemas enfrentados pelos cidadãos latino-americanos: das promessas de lucro fácil (na imigração para o Brasil) à realidade da escravidão do setor têxtil, tudo é demasiado real e cruel nessa relação de irmandade com os vizinhos brasileiros.

 
O espetáculo integra a trilogia “Nos Trilhos Abertos de um Leste Migrante”, que traz três histórias sobre sonhos, fugas e lembranças de Martha e seu filho Erik, Janaína, e do Sr. Vital, (i)migrantes que saíram da Bolívia, de Pernambuco e de Minas Gerais, respectivamente, para construir novas narrativas pessoais na cidade de São Paulo. São eles:

Carta 1 - A infância, promessa de mãe.

Carta 2 - A Vida Adulta, a mulher

Carta 3 - A velhice, o artista

Durante o processo de criação do espetáculo, o grupo se dispôs a escrever cartas na estação Brás da CPTM, para quem quisesse ou precisasse dessa escrita. Surpreendidos pela quantidade de boas histórias, separaram três delas. Foi ali que conheceram seus personagens, suas histórias e trajetórias (e desfechos).

Galeria

Ficha Técnica Elenco
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
OK